Saiba como foi


 18/10/2016 - E veja fotos do evento

Nos dias 15 e 16 de outubro de 2016 foi realizada mais uma Romaria da Terra, organizada e animada pela equipe da Comissão Pastoral da Terra (CPT), que atua na Arquidiocese da Paraíba na animação e formação dos camponeses e camponesas na luta pela terra e por políticas públicas que garantam vida digna no campo. A 28ª Romaria da Terra foi realizada em parceria com as comunidades da Paróquia Santa Rita de Cássia e STR de Rio Tinto (PB).

A Romaria começou na noite do dia 15 para a manhã do dia 16 de outubro, onde cerca de 1.500 pessoas, vindas de várias comunidades rurais e urbanas, concentraram-se na Comunidade da Rua Nova, em Rio Tinto, para darem início às atividades. Com o tema: “Terra Prometida, Vida Garantida” e o lema: “Tirem as sandálias, a terra que vocês pisam é santa”, os romeiros iniciaram sua peregrinação quando começaram a organizar suas caravanas e partiram até o local onde iniciou a Romaria, na Comunidade Rua Nova. As atividades iniciaram-se a partir das 20h com a acolhida aos Romeiros animada pela equipe de animação da CPT.

Às 22h30, iniciou-se a Celebração Eucarística, ponto auto da nossa Romaria, presidida pelo Vigário Geral da Arquidiocese, Mons. Virgílio, e concelebrada por 6 padres das Paróquias de Rio Tinto, Mamanguape, Itapororoca, São Miguel de Taipu, Pilar e pelo Frei Anastácio. Na celebração, o Mons. Virgílio acentuou a memória do Povo de Deus que caminhou para a Terra Prometida e, iluminado pelo Evangelho de Lucas 4, 14-20, convidou-nos a fixar os olhos em Jesus de Nazaré e se sentir ungidos pelo Espírito para anunciar a Boa Nova aos pobres, a libertação aos cativos, recuperar as vistas aos cegos, libertar os oprimidos e anunciar o ano de graça do Senhor.

Concluída a Celebração, os celebrantes abençoaram a Cruz, símbolo da salvação e libertação da humanidade, que fez parte da caminhada. Em seguida enviaram os romeiros e romeiras à caminhada que teve um percurso de 12,5 quilômetros, passando pela Praça da Matriz em Rio Tinto, onde teve a primeira parada animada pelo Terço dos Homens da Paróquia. Em seguida, caminharam para a Comunidade de Taberaba, passando pelas terras da área de conflito “Mangue”, onde mais de 30 famílias trabalham há mais de 80 anos e estão ameaçadas de despejo. Chegando em Taberaba, um café foi servido pela Comunidade. Dalí, seguiram até a Comunidade de Areia Branca, onde se encerrou a Romaria. O encerramento foi feito pelo Frei Anastácio, com a bênção da água, fonte de vida que foi aspergida sobre os romeiros e a Celebração da Cruz, que foi plantada em frente ao salão comunitário da Comunidade de Areia Branca. Às 5h da manhã, do dia 16, os romeiros regressaram as suas comunidades de origem.

A Romaria aconteceu dentro da sua normalidade graças à colaboração e o esforço de todos que se empenharam.

Texto e fotos: CPT.

 


Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

Contatos

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br

Mídias Sociais

Facebook Instagram

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados