Artigos do Bispo, Destaque

Domingos de Ramos, subida para a Cruz de Jesus

O Domingo de Ramos, celebrado no mundo inteiro neste dia, ainda que online, por causa da pandemia da COVID-19, nos faz meditar sobre a entrada de Jesus em Jerusalém. Nosso Senhor está subindo para cruz. O povo o acolhe como Rei: “Hosana ao Filho de Davi! Bendito seja Aquele que vem em nome do Senhor! Hosana nas alturas!” (Mt 21,9). Como podemos entrar nessa procissão que glorifica o Senhor se nem ao menos podemos sair de nossas casas? Nossa Semana Santa será menos digna porque estamos impossibilitados de ir à Igreja? O Papa Francisco nos ensinou com seu exemplo na sua aparição no último dia 27, quando a praça de São Pedro estava completamente vazia: ele se colocou aos pés da cruz de Jesus.

 

O caminho de subida para Jerusalém, para a cruz, que começa com o Domingo de Ramos, é um caminho interior, antes de tudo. O Senhor caminha conosco neste momento doloroso da história. Por vezes, não conseguimos acompanhar seus passos, e aí equivocadamente consideramos que Deus não olha mais para a nossa vida. O que não é verdade! Com o Senhor, caminhamos, peregrinos, para a altura da cruz. Ele nos dá força para não sucumbirmos nos sofrimentos da vida.

 

Mesmo que estejamos impossibilitados de irmos à Igreja também na Semana Santa, o Senhor se manterá ao nosso lado. Tenhamos nos lábios o louvor que brota também, quando sofremos. Enchamos nossas mãos de caridade fazendo o bem a todos. Afinal, na Última Ceia, Ele nos ensina a amar até o fim! A verdadeira caridade nos leva ao destino da cruz. Quantas vezes devemos esquecer de nós mesmos para colocar-nos a serviço dos irmãos; e este tempo de pandemia pode ser uma grande ocasião para estarmos atentos às necessidades de quem sofre ao nosso lado. A cruz que seguimos não é sinal de derrota, mas de vitória. Nossa Semana Santa será diferente não porque estamos impotentes. Não! Mas porque sabemos que a nossa vida está nas mãos de Deus. Um vírus não é maior que o amor de Deus!

 

Que a Virgem Maria, Aquela que prontamente se colocou aos pés da Cruz de Seu Filho Jesus, seja amparo para nós neste tempo da nossa história, e nos ensine a não abandonar o lugar da cruz.

Dom Frei Manoel Delson, OFMCap
Arcebispo da Paraíba