Destaque, Notícias

Pastoral e Movimento da População de Rua promovem ações em João Pessoa

De quinta até este sábado, reuniões e ações públicas movimentam as agendas da Pastoral de Rua e do Movimento da População de Rua de João Pessoa.  As ações marcam o início das atividades do Movimento, criado no último dia 7 de janeiro e composto apenas por pessoas que vivem esta realidade da falta de moradia.

 

Os dois grupos promoveram reuniões com setores públicos como o Centro Pop, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Defensoria Pública e o grupo Rede, composto por psicólogos e assistentes sociais. No sábado, a Pastoral de Rua promove mais uma manhã no Mosteiro de São Bento, com alimentação, atendimentos de saúde, jurídico, estético e momentos de oração.




O objetivo das reuniões da Pastoral e do Movimento é o avanço das políticas públicas para as pessoas em situação de rua. “Queremos organizar esta população para, juntos, reivindicarmos junto às instituições governamentais, o desenvolvimento de políticas públicas que garantam o que prevê a Constituição, que é moradia, emprego e renda para todos os cidadãos”, explica Massilon Gonzaga, coordenador da Pastoral de rua da Arquidiocese da Paraíba.

 

“A população de rua reconhece e agradece as ações de caridade. Essa população tem fome e a sopa distribuída é fundamental pra sobrevivência. Mas o Movimento existe porque precisamos ir além. A caridade é pontual, mas os direitos não. Essa população precisa ter consciência dos seus direitos e ter como lutar por eles, por isso existimos. E a Pastoral de rua foi fundamental para chegarmos aqui”, comenta Vanilson Torres: Secretário regional do Movimento Nacional da População de Rua, que está em João Pessoa participando das atividades.

Comunicação ArquiPB