Escola de Fé e Política


 09/03/2017 - Programação 2017

Sobre a Escola:

Nos anos de 2003/2004 o Cônego Waldemir Santana e o Mons. Virgílio Almeida já realizavam discussões voltadas para a temática Fé e Política. As atividades funcionaram na igreja de Santa Júlia e na Paróquia Santo Antônio de Lisboa até o ano de 2015. A Escola consolidou-se em 2012 tendo como referência o Bispo Dom Pedro Casaldáliga. Atualmente a Escola funciona na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no Bairro de Miramar, em João Pessoa.
O objetivo é “promover o estudo interdisciplinar, numa perspectiva ecumênica, à respeito das principais questões relacionadas aos eixos: fé, política, trabalho e cidadania; fomentar a construção da cidadania, preparando lideranças multiplicadoras com conhecimento das exigências evangélicas e do Ensino Social da Igreja; provocar problematização acerca das diferentes realidades sociais, favorecendo para que a Palavra de Deus e o Ensino Social da Igreja ajudem a fundamentar, com critérios e valores, a ação no campo político, social, econômico, cultural e religioso, segundo o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo”, explicam os organizadores.
Neste ano de 2017 os temas serão abordados em 6 módulos e 2 seminários, num total de 60 horas/aula. No fim vão ser entregues certificados aos alunos com frequência igual ou superior a 75%.

Módulos e Seminários em 2017:

No dia 11 de março começam os Módulos da Escola de Fé e Política Dom Pedro Casaldáliga. Nesse primeiro dia, pela manhã, terá a apresentação da Escola e Análise de Conjuntura. Já à tarde as discussões são sobre a Campanha da Fraternidade 2017.
O 2º módulo será no dia 6 de maio. Manhã: “O trabalho e a Doutrina Social da Igreja”. Tarde: “O trabalho na sociedade contemporânea: direitos e perspectivas”.
O 3º módulo acontecerá no dia 29 de julho. Manhã: “Direitos Humanos: por que e para quem?”. Tarde: “Relato de experiência: Pastoral Carcerária e Fundação de Direitos Humanos Margarida Maria Alves”.
O 4º módulo vai ser realizado no dia 30 de setembro: Manhã: “Morador em situação de rua: quem somos e o que queremos - questões teóricas e demográficas”. Tarde: “Papel da Igreja no acolhimento e atendimento dessa população”.
O 5º módulo será no dia 25 de novembro. Manhã: “A Educação como elemento de libertação e cidadania”. Tarde: “Educação para além das salas de aula”.
O 6º módulo vai ser ou no dia 9 ou 16 de dezembro com encerramento, avaliação e confraternização.
A programação inclui, ainda, dois seminários. Um em junho: “Bem viver: Águas da Solidariedade e Sementes da Esperança”. E outro em outubro: “Ecumenismo: Reforma Protestante - Quebrando barreiras para construção da Paz”.

Serviço:

A Escola de Fé e Política Dom Pedro Casaldáliga tem na Coordenação o Cônego Waldemir Santana e Raquel Ferreira Crespo de Alvarenga. A Comissão Organizadora é formada por Jacqueline Vale de Paiva, Jair de Oliveira, Joselita de Oliveira Tessaroto, João Francisco dos Santos Esvael, Maria da Guia Santana de Oliveira e Nelcimar Rodrigues dos Santos. A Escola funciona na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, que tem a Igreja Matriz na rua Nevinha Cavalcante, em Miramar, em João Pessoa. Telefone: 3247-5850. E-mail: escfppb@gmail.com
As inscrições vão ser feitas no local do evento: a igreja de Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Miramar, em João Pessoa. A taxa é de R$ 30,00 (trinta reais). Os módulos começam às 8h e terminam às 17h. Não terá almoço no local do evento, mas vai ser servido um lanche na parte da manhã e à tarde.

Sobre Dom Pedro Casaldáliga:

Nasceu na Espanha no dia 16 de fevereiro de 1928. Em 1943 ingressou na Congregação Claretiana (Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria), sendo ordenado sacerdote em Barcelona no dia 31 de maio de 1952. Em 1968 mudou-se para o Brasil para fundar uma missão Claretiana no Estado do Mato Grosso - região com alto grau de analfabetismo, marginalização social e concentração fundiária, onde eram comuns os assassinatos. Foi nomeado Administrador Apostólico da Prelazia de São Félix do Araguaia no dia 27 de abril de 1970. O Papa Paulo VI o nomeou Bispo Prelado de São Félix do Araguaia no dia 27 de agosto de 1971. A ordenação episcopal foi no dia 23 de outubro de 1971. Sua atividade como Bispo teve as seguintes características: evangelização sem colonialismos, vinculada à promoção humana e à defesa dos direitos humanos dos mais pobres; criação de Comunidades Eclesiais de Base com líderes que sejam fermento entre os pobres; encarnação na vida, nas lutas e nas esperanças do povo; estrutura participativa, corresponsável e democrática na diocese. Atualmente é Bispo Emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia.


Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br
Twitter

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados