Dom Delson é baiano de Biritinga


 08/03/2017 - É um Frade Capuchinho

Segue a biografia/currículo do Arcebispo eleito da Paraíba Dom Delson.

Dom Frei Manoel Delson Pedreira da Cruz nasceu aos 10 de julho de 1954, no município de Biritinga, Estado da Bahia, Arquidiocese de Feira de Santana, atualmente Diocese de Serrinha.

Entrou no Seminário Menor dos Capuchinhos em Feira de Santana (BA), em 1967, onde também fez o Postulantado.

Fez o ano canônico do Noviciado na cidade de Vitória da Conquista (BA), em 1974. Emitiu a primeira profissão religiosa aos 15 de janeiro de 1975 e a Profissão Perpétua aos 17 de janeiro de 1978.

Cursou Filosofia e Teologia em Nova Veneza (SP), Instituto de Filosofia e Teologia da Província dos Capuchinhos de São Paulo, completando os seus estudos teológicos no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador (BA).

Foi ordenado sacerdote a 5 de julho de 1980 em Feira de Santana (BA).

Obteve a licenciatura em Letras pela Universidade Católica de Salvador (BA), em 1987, e o Mestrado em Ciência da Comunicação Social, em Roma, na Pontifícia Universidade Salesiana (1995-1998).

Atividades exercidas:

1981 - Formador dos Aspirantes, Vigário Paroquial e Vigário da Fraternidade em Feira de Santana (BA).

1984 - Formador do Pós-noviciado, Guardião e Vigário Provincial em Salvador (BA).

1986 - Ministro Provincial, cargo que exerceu por dois mandatos consecutivos, até 1992. Foi membro do Conselho de Orientação do Cefepal, hoje Família Franciscana do Brasil, e membro da diretoria da Conferência dos Capuchinhos do Brasil. Colaborou com a Paróquia de Valéria, periferia de Salvador, de 1989 a 1992.

1992 - Em Feira de Santana (BA) foi Diretor Superintendente da Rádio Sociedade de Feira de Santana e Princesa FM. E a partir de 1993, também Vigário Paroquial e responsável pela Paróquia Nossa Senhora de Fátima, CASEB, Diretor do Centro de Assistência Social Santo Antônio (CASSOCA).

1998 - Ministro provincial, BA, e Assistente Regional da Ordem Franciscana Secular.

2001 - Reeleito Ministro Provincial, em Salvador (BA).

2001 - No mês de março, em Roma, assumiu o cargo de Definidor Geral para a América Latina, junto à Cúria Geral dos Capuchinhos.

2006 - A 5 de julho foi nomeado pelo Papa Bento XVI, Bispo Diocesano de Caicó (RN). A Ordenação Episcopal aconteceu no dia 24 de setembro, em Feira de Santana (BA). Posse em Caicó no dia 8 de outubro de 2006.

Fez parte da Comissão Nacional de Comunicação Social e é Bispo Referencial do Regional NE II para Comunicação Social (Pascom). Foi também Bispo Referencial para as CEBs.

Como Bispo Diocesano de Caicó exerceu a presidência do Conselho Diretor da Adese (Agência de Desenvolvimento do Seridó) e membro do Seapac (Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos), no Rio Grande do Norte.

Em 5 de julho de 2012 foi nomeado pelo Papa Bento XVI Bispo de Campina Grande (PB), tomando posse em 29 de setembro do mesmo ano.

Em Campina Grande deu todo apoio ao Seminário João Maria Vianney, onde acontece a formação dos presbíteros da Diocese (Filosofia e Teologia) e acolhe seminaristas de outras Dioceses e Congregações Religiosas. Transformou os Zonais em Foranias, nomeando os respectivos Vigários Forâneos; e criou os vigários episcopais, dando-lhes funções específicas para ajudar no acompanhamento das atividades da Diocese. Também no seu período em Campina Grande organizou toda a Administração da Diocese modernizando-a e a adaptando às novas exigências da legislação vigente no País.

Continua Vice-Presidente do Regional NE 2 da CNBB, já no segundo mandato.

2017 - 8 de março, nomeado Arcebispo da Paraíba pelo Papa Francisco.


Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br
Twitter

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados