Avante Paraíba!


 04/08/2014 - Escrito para o Jornal da Paraíba

Ao celebrar os 429 anos da nossa Paraíba, move-nos o sentimento de gratidão a Deus e a disposição para construir melhores dias para as gerações vindouras. Deus nos legou uma terra cheia de potencialidades produtivas. É preciso explorá-las para que o nosso povo desenvolva-se e crie oportunidades rumo ao desenvolvimento sustentável. A Paraíba dá passos decisivos superando o atraso histórico das políticas compensatórias. Acreditamos nas políticas estruturais, no investimento do empreendedorismo e na inventividade tecnológica. Nos Estados emergentes há milhares de pequenas e médias empresas, qualificando pessoas e as incluindo socialmente, gerando ocupação e renda, incluindo os menos favorecidos. Através das novas tecnologias de agricultura irrigada, além do regime cooperativista, agrícola e agropecuário, torna-se possível fixar o homem e a família no campo, lançando no mercado de trabalho, com produtos qualificados, milhares de jovens, pequenos e médios produtores. Com a vinda das águas do São Francisco, para fins de 2015, teremos maior segurança hídrica e alimentar.

O “Sistema S” consegue transformar milhares de pessoas e de famílias em microempresários. Queremos o quanto antes a garantia infraestrutural capaz de acolher crianças na escola em tempo integral, bem como adolescentes e jovens capacitados em escolas técnicas. O desenvolvimento integrado é gerado por pesquisas de campo, vinculando o saber fazer com a aplicação prática na transformação social. O mundo moderno funciona com tecnologia, inventividade e oportunidades. A Paraíba deve se preparar para se integrar com o Nordeste e com o País! Isso acontecerá se houver investimentos nas bacias hidrográficas, ferroviárias e energéticas. Sem água, sem energia e estradas não se exporta a produção nem se chega a lugar algum.

Na estratégia do desenvolvimento, repense-se e se reoriente a missão da indústria, do comércio, da agricultura, respeitando a vocação local e a integrando local e regionalmente. Sem o recurso da iniciativa privada tudo isso seria impossível, pois nenhum Estado é autossuficiente, onipotente. Os passos que definem as iniciativas do projeto de desenvolvimento respeitam uma articulação inteligente e dinâmica, sem fragmentação, planejando a vida de forma estratégica, ao longo, médio e curto prazo.


Dom Aldo di Cillo Pagotto, sss
Arcebispo Metropolitano da Paraíba

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br
Twitter

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados