Procissão dos Passos: Jesus continua se imolando em cada um que sofre


 12/04/2019 - Disse o Arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson

As imagens de Nosso Senhor dos Passos e de Nossa Senhora das Dores conduziram os fieis pelas ruas do centro de João Pessoa na tarde desta sexta-feira, dia 12. Da Igreja da Misericórdia e da Igreja do Carmo, os católicos seguiram a procissão que é marcada por orações e leituras que lembram a condenação de Jesus.

"Renovamos cada ano essa procissão dos passos, que existe há mais de 400 anos, meditando e procurando compreender o gesto salvador do filho de Deus. De verdade, Jesus é o homem que se oferece para nossa salvação. Foi julgado, condenado, sem ter motivos ou culpa, para nosso bem”, explicou Dom Manoel Delson, Arcebispo da Paraíba.

Pelas ruas, demonstração de fé. Dona Maria do Carmo, aposentada, estava descalço em meio à multidão e disse que o gesto é para lembrar a sua fragilidade. “A gente tem que se lembrar que é pequeno, que não é nada sem o amor e a misericórdia de Deus. Por isso venho descalça, minha filha: porque eu preciso me lembrar sempre disso”, fala a aposentada de 68 anos com um olhar de doçura.

No momento do encontro das imagens, na Praça dos Três Poderes, o Arcebispo seguiu durante sua exortação: “Jesus continua, na história dos homens, se imolando em cada um que sofre, que sente a dor da injustiça, da fome, da mãe que sofre a dor de seus filhos. Jesus quis mostrar seu exemplo e testemunho e dizer que sua missão foi cumprida. Que assumamos nossa dor e nossa cruz como Ele fez, aceitando nossa missão e participando da obra da redenção”.


Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

Contatos

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br

Mídias Sociais

Facebook Instagram

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados