Um Pálio, uma missão


 13/08/2017 - Escrito para o Correio da Paraíba
No último dia 5 de agosto, na solenidade de nossa querida mãe e padroeira, Nossa Senhora das Neves, completou-se a programação da minha posse como o novo Arcebispo Metropolitano da Paraíba. Foi uma programação vasta, preparada com esmero, e acompanhada de perto pelo Povo de Deus. Começou com a acolhida pelas autoridades, na Praça Dom Adauto, no Centro de João Pessoa. Depois teve a posse canônica na Catedral Basílica, e em seguida a grande acolhida fraternal no Ginásio O Ronaldão. Mas ainda faltava o Pálio.
 
No dia 29 de junho, festa de São Pedro e São Paulo, eu estive em Roma para receber das mãos do Papa Francisco o Pálio Arquiepiscopal. E para completar, restava a imposição do mesmo, pelas mãos do Núncio Apostólico, Dom Giovanni d’Aniello, que assim o fez na manhã do sábado, dia de encerramento da Festa das Neves, na Catedral.
 
Explicou Dom Giovanni na sua homilia: “O Pálio representa o sinal visível e estreito do novo Bispo com o Santo Padre, e da fidelidade ao seu magistério na Igreja. Ele é sinal distintivo da responsabilidade própria do Arcebispo Metropolitano no âmbito da sua Província Eclesiástica, em função da unidade e da fé. O Pálio liga o Arcebispo às necessidades mais elementares e profundas do seu povo. Simboliza que o Arcebispo pode e deve tempo para a sua comunidade, indo ao encontro da ovelha perdida, e quando a encontra deve carregá-la sobre os seus ombros, dando a sua vida por ela. É aquele que ajuda a todos, que vive para salvar a todos. O Arcebispo não somente deve anunciar o Evangelho, mas sim ir ao encontro das suas ovelhas, com o coração palpitante, acolhedor, com o ardor de compartilhar. Enquanto pastor, o Arcebispo ocupa-se com a vida do seu rebanho - gasta a sua própria vida desempenhando a sua missão, sentido as necessidades e sofrimentos do povo como próprios, sendo pobre com os pobres”.
 
Agradeço ao Papa a missão a mim confiada. Já estou cumprindo a tarefa de governar a Arquidiocese da Paraíba, cuidando do seu povo, tão querido e sedento de Deus, criando unidade para que sejamos a Família de Deus na Paraíba. Rezo, de coração, para que eu possa seguir cumprindo, com fidelidade, a missão recebida pela Igreja. Peço a nossa mãe, Nossa Senhora das Neves, que me acompanhe nas minhas decisões, nos meus trabalhos, que me inspire a fazer sempre e por todos o que for da vontade do Senhor. Peço ao Espírito Santo que me ilumine para seguir Jesus Cristo como pastor. E que eu cuide do povo como o Pai quer que eu cuide. Amém!

Dom Manoel Delson
Arcebispo Metropolitano da Paraíba

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br
Twitter

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados