Primeira mensagem


 28/05/2017 - Escrito para o Correio da Paraíba

Alegra-me a oportunidade de, aos domingos, escrever algumas palavras ao Povo de Deus da Arquidiocese da Paraíba e a todos que folheiam, em várias cidades do Estado, o jornal Correio da Paraíba. Neste espaço, oferecido com tanta estima ao Arcebispo Metropolitano, vamos ter a oportunidade de colocar algumas mensagens sobre temas discutidos pela Igreja, sobre as Palavras de Deus, sobre os eventos da nossa Arquidiocese... Esta é mais uma forma de evangelização através dos meios de comunicação, tão imprescindíveis hoje em dia.

Neste primeiro artigo, quero reforçar o que eu disse na minha Homilia durante a Missa de Acolhida no Ginásio de Esportes o Ronaldão, na Capital. Missa esta que me deixou muito feliz em ver que fui tão bem recebido pelos que fazem e compõem a Arquidiocese da Paraíba. Venho em nome de Jesus anunciar a Boa Notícia que Ele trouxe para nós. Inicio o meu ministério anunciando Jesus Cristo como fez Filipe, recordado nos Atos dos Apóstolos. Ele, Filipe, “desceu a uma cidade da Samaria e lhes anunciou o Cristo”. Aqueles que escutavam a Palavra de Deus e acreditavam recebiam também muitos milagres. É sempre assim, meu irmão leitor, quando acolhemos o ensinamento do Senhor: seu Espírito unge-nos e Ele realiza maravilhas em nossas vidas.

São muitos os males que nos atingem neste tempo de trevas, de incertezas, de muita insegurança. Aqui está um caminho bonito e seguro para todos nós: escutar a Palavra de Deus e deixar que ela seja a luz que nos guia e nos enche de paz e alegria. Que sempre a Arquidiocese de João Pessoa encha-se de alegria e seja iluminada pelo testemunho da Igreja sobre o Cristo Ressuscitado, que vive no coração daqueles que nele acreditam. A presença do Espírito Santo é garantia da continuidade da Igreja de Jesus Cristo. Assim, temos certeza de que, no meio das tribulações, o poder de Deus nos conduzirá pelos caminhos da justiça e da paz.

Devemos fazer a nossa parte agindo bem, com responsabilidade, com espírito cristão, com amor, compaixão, sensibilidade, ternura, justiça, respeito ao outro, ao diferente, e construir relações fraternas, plenas de misericórdia. Procedendo bem damos testemunho do Cristo Ressuscitado. É verdade que o Cristo ressuscitou e está à direita do Pai; mas igualmente verdade que Ele continua presente e vivo naqueles que nele acreditam e agem como Ele agiu. O discípulo vive a mesma vida do Mestre e passa pelas mesmas vicissitudes que Ele passou, mas com Ele ressuscitará. Esta é nossa esperança.

Dom Manoel Delson
Arcebispo Metropolitano da Paraíba





Mais lidos

  •  Endereço: Palácio do Carmo - Praça Dom Adauto, s/n
    Centro - João Pessoa (PB)
  •  Fone:(83) 3133-1000
  •  E-mail: curia@arquidiocesepb.org.br
Twitter

© Mitra Arquidiocesana da Paraíba – Todos os direitos reservados